Thursday, February 23, 2006

Zéfinha e Mundica em:"Lula Inácio passô por aqui"


Mundica du céu, ucê viu quem passô puraqui? - perguntou pasma, a Zéfinha para a amiga, lá no Bairro do São José - Ora, minina! Quem num viu qui era o Lula Inácio? - respondeu Mundica e já consertando - Qué dizê, na verdadi eu num vi, né. Mais ouvi dizê! - É, mais apóstu qui ucê num sabi o que o Presidente veio fazê na Imperósa. - Comentou Zefinha, lixando a unha, toda pôse. - Claro qui sei minha filha! Cê acha qui só ucê sabe dos babadu da citi, né? -respondeu Mundica, indiguinada. - Intão, diga, muié! - provocou Zefinha. - Digu mêmu. - disse Mundica, convicta.- Ele veio prestigiá a Terezinha do Jomá, qui ajeitô pru Presidente vinhaqui! Gostô? - Quiá, quiá, quiá, quiá... - gargalhou Zefinha colocando as mãos na barriga, sem conseguir parar de rir. - Tá rindo di quê, minha filha? - Mundica pergunta, zangada. - Di quê? - Zefinha tenta explicar - Ora Mundica, prestigiá Terezinha? Faça mi o favô, né! O Lula nem siqué deu uma palavra prá ilustríssima do Jomá. - E continuou - Qué sabê, Mundica? Eu acho qui ucê tem razão de achá isso, mêmu. Achu qui toda todo o pessoal da Deputada tava querendo filmá o Presidente dizeno: "Cumpanhera Terezinha parabéns pela luta...e tal e tal e tal". Ué e o Lula Inácio, num disse nada dela naum? - indagou Mundica surpresa. - Nadinha, minha fia. Nadinha! - disse Zéfinha. E complementou - E óia qui filmadora cum estrela num faltô na festa, prá pegá a fala du homi elogianu a companhera. Mais que? Na campanha qui vem, essa imagi ninguem tem pra bota na propagana di televisão, nem na fala di rádio. - Espantada Mundica põe a mão na cintura e diz - Ó, só tô acreditanu nisso porque é ucê qui tá mi dizeno. Í vô ti dizê mais: si tivesse petista máchu alí, invêz di ficá vaianu o Ildão, tinha feito du jeito qui João Albertu feiz com ú pisada de porcão: Si colocava di pé du lado da Deputada. - desabafou Mundica. - É! mais nem Jomá si mexeu. - disse Zéfinha. - O quê? ucê tá mi dizenu qui Jomá tava lá? Pergunta, Mundica, cruzando os braços. - Zéfinha responde, - Du ladinhu dela! - Ó muié, fala mais nada naum. Já tô puraqui cum esse PT - esbraveja, Mundica e complementa - Qué sabê, ó: uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu... - Tá doida é? Mi vaianu porquê? - Pergunta Zefinha, sem entender. - Né prucê nãum sua boba. - explica Mundica - Tô insaianu pra vaiá o meu cunhadu e meu marido qui saíru cedo daqui di casa naquele dia, e mi disséru: tamu ino pra vê u Lula prestigiá a Terezinha du Jomá e vaiá o Ildão. - Nisso Zéfinha começo a bater palmas e Mundica pergunta: - Tá mi aplaudinu porquê? - Naum é prucê naum! - Explica Zéfinha -
É pru Ildão qui discursô num palanque petista presidenciau . I junto com u Senadô Juão Albertu infrentô a vaia du seu marido, di seu cunhado i ainda ganharu vóto pela coragi. - Bom, Mundica, tenhu qui andá, qui o galo tá cuzinhanu. Tchau! - Té mais, Zéfinha! Mais, ó, naum mi conformu! Tchau! I pensá que o Lula Inácio passô poraqui i nem falô nadinha da pobre Terezinha. Dizaforo, viu!
Obs: Acima, foto do Presidente Lula e Ministro da Educação Fernando Haddad na visita a Imperatriz (UFMA), em 22.02.2006 - Foto da Secretaria de Imprensa e Divulgação do Gov. Federal

0 Comments:

Post a Comment

<< Home